“Professor de SP que faltar vai receber bônus menor” – Carta ao editor

12 Jul

Carta ao editor da Folha de São Paulo

Na matéria “Professor de SP que faltar vai receber bônus menor” [i], (Folha, 28/06/2013), de Fábio Takahashi, são apresentados dados interessantes sobre as faltas dos professores municipais de São Paulo. Essas, de acordo com a argumentação do jornalista, são determinantes para a péssima qualidade na educação.

Realmente há falta dos professores e, sobretudo, de professores. Isso pode ser entendido na matemática confusa apresentada na reportagem, essa é ancorada na pesquisa inominada feita pela Folha. Pelos dados, cada professor, em média, faltou 30 dias.

Bem, fazendo-se uma busca preliminar na base de dados da Secretaria Municipal de Educação, é possível constatar que há cerca de 58.691[ii] professores, se cada um faltou em média 30 dias! Catástrofe na educação! Saliente-se que, segundo os dados obtidos, metade dessas faltas foi provocada por motivos de saúde, estamos diante de uma verdadeira epidemia na educação pública?

Se um gestor público percebe que a qualidade da educação está relacionada ao número de faltas, isso indica que faltam professores, condições de trabalho, de saúde etc. E quando ele adotada uma premiação que não mitiga tais ausências é porque a situação é realmente ruim. Assim não são as faltas que prejudicam a qualidade da educação, e sim a política pública que está equivocada.

Haja vista às justificativas de faltas médicas apresentada pelo Sr. Cesar Callegari e corroborada pelo articulista que não as entendem visto que a gestão oferece “exame e vacinas”, isso no mínimo significa que Brás Cubas tinha razão, seu “emplasto anti-hipocondríaco” pode resolver a melancolia da humanidade. Lembremos que o defunto-autor via nisso duas faces: uma voltada para o público, outra para ele.

Enfim, o articulista voltou-se para as preferências dele e taxou toda uma categoria de doente e faltosa, simplesmente porque não a ouviu, adotou a voz do algoz como síntese de exatidão e isonomia. Faltou jornalismo.

Fábio J S Santos

Professor municipal de São Paulo

One Response to ““Professor de SP que faltar vai receber bônus menor” – Carta ao editor”

  1. segio July 12, 2013 at 12:51 pm #

    Em se tratando de midia, penso todos andam de mãos dadas com o governo ou politicos de modo geral. Quando a categoria de professores resolvem revendicar seus direitos a midio logo taxa os manifestante da categoria como baderneiros.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: